Entendendo a mente do antagonista

Como criar uma WebSérie de sucesso
10 de maio de 2016
O Rio Web Fest 2016 vem aí. Prepare-se!
23 de junho de 2016
Show all

Entendendo a mente do antagonista

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O antagonista é sem dúvida o personagem mais complexo e fascinante (e definitivamente o meu favorito) na ficção. A chave está em sua psicologia. Quem é o antagonista e por que ele faz as coisas que ele faz? Como escritor, você é responsável por dar alma e conscistência a seus personagens, e quando você permite que seus personagens se tornem seres dimensionais, sencientes, eles se tornam os tomadores de decisão para si e isso é o que finalmente dirige a sua história para frente.

“Se pudéssemos ler a história secreta de nossos inimigos, encontraríamos na vida de cada homem aflição e sofrimento suficientes para desarmar qualquer hostilidade”

(Henry Wadsworth Longfellow)

Cada ação do antagonista leva uma oposição ao seu protagonista, deve haver uma motivação, uma razão por trás de suas escolhas. Estas escolhas podem resultar de:

  • Um complexo de superioridade (falaremos disso mais tarde)
  • Raiva
  • Medo
  • Amor
  • Poder
  • Dinheiro/fama
  • Vingança

Os antagonistas não têm de exigir simpatia, mas sim causar alguma reação a quem assiste.

entendendo-a-mente-do-antagonista

Quem não conhece Draco Malfoy? O antagonista de Harry Potter

Uma coisa significante a considerar quando se escreve o antagonista, é que ele é o protagonista de sua própria história. Suas motivações e ações são o que ele acredita ser o certo para si ou para o bem maior (mesmo que suas ações são moralmente erradas). A sua colocação na história é sempre ir de conflito com o protagonista. Não temos que gostar dele, mas devemos pelo menos ser capazes de entender por que ele faz o que faz. Devemos ser capazes de ver através dos olhos dele e entender a sua história, bem como a história do protagonista. Tenha em mente que nem tudo é preto e branco. Há tons de cinza. Nem todo antagonista é totalmente ruim, assim como nem todo protagonista é tudo de bom. Explore esse conceito quando você desenvolver seus personagens. Dê ao seu antagonista algumas características boas, não faça com que seja 100% maldoso.

No curso online de roteiro WR 1.0 no Módulo 2 Aula 1 – PROTAGONISTA E ANTAGONISTA – Personagens e conflitos eu toco neste assunto e ajudo meus alunos a escreverem sobre seus antagonistas. Vale a pena conferir o curso.

Por fim, leia o máximo que puder. Assista quantos filmes você conseguir e estude personagens antagônicos criados por outros escritores. O Curso de Roteiro Online está aí, barato e ao seu alcance onde quer que você esteja. Conte comigo para futuras dicas. Um abraço!

Ana Elisa

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para qual e-mail devo enviar o link com as aulas GRÁTIS?

Para qual e-mail devo enviar o link com as aulas GRÁTIS?

OBRIGADO PELA INSCRIÇÃO!